Páginas

terça-feira, 31 de julho de 2012

Por que devo me unir a uma igreja local?


            Quando passamos a conhecer Cristo como Senhor e Salvador, nos tornamos filhos de Deus. Como tais, somos membros do corpo de Cristo, parte do templo do Espírito Santo e a noiva de Cristo (Rm 12:4-5, 1 Co 12:12-13, 27, Ef 3:6, 4:4-6, 11-16, Cl 1:18, 1 Pe 2:4-5, Ap 21:9).  Cada uma dessas descrições da Igreja a caracteriza em seu sentido corporativo global.  Na verdade, há apenas uma igreja de Cristo. Cada crente verdadeiro é membro da Igreja e, portanto, está unido a Cristo e também um crente está unido ao outro. Como membros do corpo (a Igreja) cada um de nós possui uma função que contribui para com o todo; assim como cada membro do corpo humano contribui para o funcionamento adequado do todo.   Recebemos dons do Espírito Santo para desempenhar nossa função dentro do corpo de Cristo e assim contribuir para a obra do todo.  Então, se somos membros da Igreja e temos uma função dentro dela, por que devemos nos unir a uma igreja?

            Muitas pessoas tem essa mentalidade. Elas amam a Cristo e até mesmo a Igreja global, mas deixam de lado a igreja local. Semelhantemente, muitos têm exaltado sua igreja local e aparentemente a separam da Igreja global. Nenhuma dessas duas práticas é bíblica. Há apenas uma Igreja, mas há muitas expressões locais dela.  Assim como cada crente individualmente é um membro que contribui para o corpo de Cristo, semelhantemente cada expressão local da igreja está contribuindo para a obra do todo. 

            A igreja local é a expressão do corpo de Cristo em uma dada comunidade. Ela não substitui a igreja global e nem se torna mais signifivativa que ela, mas é como a igreja global é expressada e representada naquela comunidade. Não podemos exercecer uma função no corpo de Cristo e deliberadamente ignorar a igreja local, do mesmo modo que o pé, exercendo uma função no corpo humano, não pode ignorar a perna. Se a igreja local é a expressão do corpo de Cristo, então nossa membrezia no corpo necessita de uma membrezia em sua expressão local.  

            Em nosso estado atual, é impossível para a igreja global se unir para adorar; contudo, o escritor de Hebreus diz que é essencial incentivarmo-nos ao amor e às boas obras para os quais a Igreja é chamada  (Hb 10:25).  Um dia, a Igreja (o corpo de Cristo na sua plenitude) se juntará para adorar a Cristo (Ap 19:6-8); contudo, até esse dia, cada um de nós se junta em nossas igrejas locais para adorar a Cristo e encorajar um ao outro ao amor  e às boas obras. Mais do que simplesmente nos juntarmos para adorar e encorajar um ao outro, devemos ser membros de uma igreja local.  

            A membrezia envolve comprometimento e responsabilidade.  Culturalmente , somos individualistas e valorizamos nossa privacidade. Assim sendo, queremos evitar o comprometimento e a vulnerabilidade que a membrezia na igreja local requer.  Gostamos da idéia de sermos partes de uma entidade global que está distante, sem nenhum envolvimento tangível e observado em nossas vidas. Uma expressão local que requer coisas de nós e nos dá responsabilidades é indesejável para muitos de nós. Entretanto, nosso papel como membros no corpo de Cristo não consegue ser desempenhado adequadamente distante da expressão local do corpo, ou seja, a igreja local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário