Páginas

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

DOIS VERSÍCULOS SOBRE MISSÕES QUE PASSAM FREQUENTEMENTE DESPERCEBIDOS

       Cada um dos quatro evangelhos registra a comissão dos discípulos por Jesus. Em Mateus 28:18-20, Jesus claramente dá a ordem de fazer discípulos de todas as nações; e Ele qualifica essa ordem se referindo ao ensinar a eles a obedecerem a todos os seus mandamentos. A ordem é dada com base em Sua autoridade e será realizada por meio do Seu poder porquanto Ele está para sempre com seus discípulos. Essa passagem é extremamente significativa no entendimento da missão de Deus; entretanto, a comissão encontrada em João 20:21 é igualmente importante.

        Enquanto poderia ser dito que Mateus comunica o “o quê” da missão, fazer discípulos e batizá-los, João comunica o “como”. Jesus diz a Seus discípulos que da mesma forma que o Pai O enviou ao mundo, Ele os está enviando ao mundo (João 20:21). Considerando esse versículo, Samuel Escobar declara “Aqui nós temos não apenas uma ordem de missão, mas também um modelo de estilo de missão em obediência ao amoroso projeto do Pai, modelado pelo exemplo de Jesus Cristo e dirigido pelo poder do Espírito Santo.”[1] Nesse versículo, a teologia de missões está diretamente conectada à Cristologia.

        Outro versículo significativo relacionado a missões é Colossenses 1:20. Enquanto João 20:21 mostra o “como” da missão, essa passagem revela o alcance da missão de Deus. Isso não deveria ser entendido como ­­­ um apoio ao universalismo, mas antes a demonstração da plenitude da missão de Deus. A idéia principal desse versículo é “que todas as coisas no final estarão decisivamente subordinadas à vontade de Deus e serão feitas para servir aos Seus propósitos.”[2] 

        Enquanto a salvação de pecadores é extremamente importante, reduzir a missão de Deus a um simples aspecto espiritual realmente diminui a expiação que Cristo proveu. Em Cristo, o Pai está reconciliando todas as coisas consigo. “A salvação que o evangelho proclama não se limita à reconciliação do homem com Deus. Ela envolve o renascimento do homem em todas as dimensões de sua existência. Isso tem a ver com a recuperação do homem por completo de acordo com a proposta original de Sua criação.”[3]  O entendimento adequado de Colossenses 1:20 dá apoio significativo a um entendimento integral e missões.

[1] Samuel Escobar, The New Global Mission: The Gospel From Everywhere to Everyone [A Nova Missão Global: o Evangelho que vem de Todo os Lugares para Todas as Pessoas](Downers Grove: IVP Academic, 2003), 25.

[2] Frank E. Gaebelein, ed. The Expositor’s Bible Commentary, [O Comentário Bíblico Expositivo] vol. 11 (Grand Rapids: Zondervan,1990), 186.

[3] C. René Padilla, Mission Between the Times: Essays on The Kingdom [Missões Entre os Tempos: Ensaios sobre o Reino](Grand Rapids: Eerdmans, 1985), 79.



Nenhum comentário:

Postar um comentário